R. Dr. João Batista Lobato, 64 - Centro, Itapetininga - SP
(15) 3527-8199

Cidade registra queda de mais de 2.000% nos casos de dengue no primeiro trimestre

O número de casos de dengue em Itapetininga teve uma queda de 2.340% três primeiros meses do ano, em comparação com o mesmo período de 2021. Segundo dados da Vigilância Epidemiológica do município, departamento vinculado à Secretaria Municipal de Saúde, divulgados nesta terça-feira (06), a cidade registrou 11 casos da doença no primeiro trimestre deste ano contra 470 diagnósticos positivos de janeiro a março de 2021.

 

Em 2021, Itapetininga totalizou 1.554 casos de dengue. Até o momento, em 2022, são 12 diagnósticos positivos registrados da doença.

 

O prefeito de Itapetininga, Jeferson Brun, que também já ocupou a pasta da saúde no município, avalia que a queda nos índices se reflete nas ações de rotina realizadas pelos agentes de Controle de Vetores, tanto em residências, como em áreas públicas; na intensificação de mutirões de limpeza periódicos realizados nas áreas urbanas e rurais; ao trabalho de prevenção e orientação feito pelas equipes, inclusive em escolas municipais e, principalmente, a uma maior conscientização da população sobre os cuidados com a proliferação do mosquito transmissor.

 

“O fortalecimento dos serviços de vigilância e de controle de vetores é muito importante, do ponto de vista do poder público. Também é fundamental que nossos agentes consigam fazer visitas domiciliares, que os moradores permitam as vistorias e relembrar a todos os cuidados para combater possíveis focos do mosquito”, afirmou.

 

Prevenção e Conscientização

 

Durante o decorrer de todo o ano, as equipes de Controle de Vetores, setor vinculado à Secretaria de Saúde, realizam ações de controle, prevenção e conscientização com relação à proliferação do mosquito transmissor da dengue. As estratégias são elaboradas após reuniões com técnicos especializados na área e desenvolvidas em parceria com as demais secretarias, em ações multidisciplinares.

 

Entre as ações da Prefeitura de combate à dengue estão:

 

- Mutirões de Limpeza – realizados periodicamente nos bairros da área urbana e rural. Com a participação das Secretarias de Saúde e Serviços Públicos. Em 2021 aproximadamente 900 toneladas de materiais inservíveis foram recolhidos e mais de 8 mil imóveis foram vistoriados durante estas ações. Nestas ações também são feitas nebulizações com foco na eliminação de possíveis focos do mosquito.

 

- Visita às residências – equipes do Setor de Controle de Vetores vistoriam as residências e orientam os moradores. Ação realizada durante todo o ano em todos os bairros da cidade.

 

- Patrulha Mirim – ação implementada em 2022 pela Prefeitura de Itapetininga no combate ao mosquito Aedes Aegypti, transmissor da Dengue, Chikungunya e Zika, realizada em escolas de Itapetininga e que conta com a participação ativa dos alunos na identificação de locais com acúmulo de água que possam servir como locais de reprodução do mosquito. O programa é uma parceria entre as secretarias municipais de Saúde, de Educação e Derita.

 

- Limpeza no Rio Itapetininga – periodicamente a Secretaria de Meio Ambiente, em parceria com as secretarias de Serviços Públicos, Trânsito e Defesa Civil, realiza a retirada de materiais descartados irregularmente do leito do Rio Itapetininga e proximidades. A ação, além de eliminar focos do mosquito Aedes Aegypti, contribui para a boa qualidade da água e auxilia na preservação de espécies animais aquáticas e terrestres.

 

- Novo Ecoponto - O local correto para descarte de materiais inservíveis é o Ponto de Entrega Voluntário (PEV), mais conhecido como novo Ecoponto. O local está disponível para pessoas físicas para o descarte de inservíveis de pequenos volumes. No local, as pessoas encontram caçambas identificadas por tipo de resíduo: construção civil, jardinagem, madeiras e materiais recicláveis. O novo Ecoponto fica à rua Alceu Corrêa de Moraes 1.109, no Jardim Vieira de Moraes, em frente a Cooperita e funciona de segunda a sábado (exceto feriados), das 8 às 17 horas.

 

- Cooperita – Cooperativa para entrega de materiais recicláveis.  Localizada à rua Orlando Scotto, 68 e funciona de segunda a sexta, das 8 às 17 horas.

 

- Campanhas de conscientização – realizadas por meio dos agentes de endemias, veículos de comunicação e palestras educativas em escolas e comunidades.

 

- Capacitações técnicas – os agentes de endemias, em parceria com órgãos técnicos estaduais, passam por capacitações periodicamente para implementação de estratégias de combate à dengue no município e mapeamento dos casos no município.

 

- Itapê Melhor (15) 99815-4635 – canal exclusivo para denúncias de áreas com descarte irregular de materiais ou terrenos com lixo via whatsapp. Basta enviar enviam a foto do local e endereço e as equipes de fiscalização de posturas fazem a apuração das denúncias. De segunda a sexta, das 9 às 17 horas.

 

- SAC 156 – ligação gratuita para denúncias. As reclamações são apuradas pelo Setor de Fiscalização de Posturas. De segunda a sexta, das 9 às 17 horas.

 

- Atende Fácil – onde o morador protocola pessoalmente sua reclamação. É importante que o morador leve seus documentos, fotos e endereço do local. De segunda a sexta, das 9 às 17 horas.

 

A Prefeitura pede a colaboração da população no combate à dengue para que não acumule materiais em casa, nos quintais e não descartem materiais em locais irregulares.

 

 

 

Fonte: Prefeitura de Itapetininga

Foto: Reprodução/Internet