R. Dr. João Batista Lobato, 64 - Centro, Itapetininga - SP
(15) 3527-8199

Férias no Butantan oferece programações virtuais para crianças e adultos

Com o objetivo de aproximar a população da ciência feita no instituto por meio de ações de educação não formal, o evento começa nessa segunda (24) e vai até o dia 28, com programações interessantes para crianças, jovens e adultos – de todas as idades. Para preservar a segurança de todos nesse momento de pandemia, todas as atividades serão realizadas no formato online, pela plataforma Zoom. Serão dez palestras e atividades promovidas por colaboradores e colaboradoras de diversas áreas do instituto.

 

O "Férias no Butantan" está sendo organizado pelos museus Biológico, de Microbiologia, Histórico, de Saúde Pública Emílio Ribas e pelo Centro de Memória. E esta edição terá a participação do Laboratório de Virologia, do Núcleo de Produção de Soros, do setor de Segurança do Trabalho e Meio Ambiente e do Centro de Farmacovigilância.

 

Programação completa do Férias no Butantan*

*Sujeita a alterações

 

 Segunda (24)

 

10h: Contação da história "Leonardo e as defesas do organismo" – Museu de Microbiologia

 

Essa é a história de um menino que tem medo de injeção e de sua irmã, que é muito corajosa e vai ensiná-lo sobre como a vacina protege nosso corpo. Depois do vídeo, um jogo da memória será realizado para ensinar sobre a relação dos microrganismos com o corpo humano.

 

 

 

Terça (25)

 

10h: Oficina "Lugares, objetos e memórias" – Erivelton Gomes

 

A oficina vai abordar a importância da organização e preservação dos patrimônios documentais das instituições científicas como o Butantan. O objetivo é trabalhar a imaginação e a memória dos participantes em relação aos objetos do seu cotidiano.

 

 16h: Webinário Grupo Escolar Rural do Butantan e a prática pedagógica de Noêmia Cruz – Ariadne Ecar

 

A apresentação vai mostrar a história da professora Noêmia Cruz que iniciou, em 1932, uma prática pedagógica rural no grupo escolar que funcionava dentro do Butantan, e a trajetória do próprio grupo escolar. Haverá certificado de participação aos que solicitarem.

 

 

 

Quarta (26)

 

10h: Oficina Vírus Maker – Museu de Microbiologia

 

A oficina vai ensinar como montar um modelo do bacteriófago, um tipo de vírus que ataca bactérias, utilizando materiais caseiros. Para participar da atividade, serão necessários os seguintes materiais: 2 gominhos da caixa de ovo, massinha de modelar, 1 palito de dente, cola branca ou cola bastão, 6 arames de plástico (se forem pequenos) ou 3 (se forem grandes) e tesoura.

 

16h: Verdades e mentiras sobre vacinas – Vera Gattas e Mayra Moura

 

Neste webinário, alguns mitos que foram espalhados nas mídias sociais sobre as vacinas contra a Covid-19 serão desvendados. Essas fakes news comprometeram o alcance da vacinação, pois muitas pessoas acreditaram nelas e decidiram não se vacinar. A participação no evento é limitada a 200 pessoas, mas não é preciso se inscrever.

 

 

 

Quinta (27)

 

10h: Contação de história “Judite, a serpente” – Museu Histórico

 

O teatro vai mostrar a história de um casal que trabalha no campo e se depara com a serpente Judite. Após o encontro, os dois vão para uma viagem onde conhecem a história e a biodiversidade do Butantan.

 

16h: As diferentes vacinas produzidas pelo Instituto Butantan – Viviane Botosso

 

Serão apresentadas todas as vacinas produzidas pelo Instituto Butantan e as particularidades de atuação no corpo humano, como é sua produção, os estudos em andamento, entre outros assuntos.

 

 

 

Sexta (28)

 

10h: Palestra “Do veneno ao soro” – Giuseppe Puorto

 

A atividade vai mostrar em vídeo como é feita a extração de veneno da jararaca. Depois, haverá um bate-papo com o diretor do Centro de Desenvolvimento Cultural do Butantan, Giuseppe Puorto, que falará sobre a relação entre o instituto e as serpentes, a participação desses animais na produção do soro antiofídico e a importância deles para o meio ambiente.

 

 

 

Sábado (29)

 

10h: Bate-papo sobre o antigo Desinfectório Central - Ellen Nicolau, especialista em Patrimônio e Educação da Ciência e da Saúde, e Sérgio De Simone, arquiteto e pesquisador do Centro de Memória

 

O evento vai abordar o grande potencial discursivo e de pesquisa do antigo Desinfectório Central, atual Museu de Saúde Pública Emílio Ribas, por meio de uma conversa sobre as experiências individuais dos pesquisadores em relação ao acervo e um diálogo com a arquitetura característica do edifício.

 

Fonte: Instituto Butantan

Foto: Reprodução/Internet